Em continuidade às visitas da CNBB, Cáritas Brasileira, Cáritas Suíça, União Europeia e Unicef Brasil aos municípios atingidos pelas fortes chuvas na Bahia

Na manhã de terça-feira (04) a comitiva se reuniu com o poder público de Itabuna, representantes de pastorais e entidades parceiras atuantes nas comunidades afetadas, além do Bispo Dom Carlos Alberto dos Santos e dos párocos da região.

A atividade foi realizada na Paróquia Santa Maria Gorete, localizada no centro do município, e contou com a participação da Secretária de Promoção Social de Itabuna, Andréa Simas, e do Prefeito de Itabuna, Augusto Castro.

🤝 Como reforçou a coordenadora da Cáritas Brasileira, Valquíria Lima, o objetivo dessa missão é, primeiramente, “ouvir o que as comunidades afetadas têm a dizer sobre o que vêm atravessando neste momento e, a partir daí, somar forças para salvar vidas, atender as necessidades imediatas e oferecer acolhimento e proteção”.

Portanto, a articulação com o poder público e entidades parceiras se faz necessária no sentido da realização de ações que promovam o protagonismo da população para a reconstrução de suas vidas, a partir da garantia do acesso a direitos.

Esse mapeamento também é de extrema importância para o planejamento da distribuição dos recursos que estão chegando por meio da campanha emergencial #SOS Bahia e Minas Gerais: Solidariedade Que Transborda.

No período da tarde, o grupo realizou visitas às comunidades atingidas pela cheia do Rio Cachoeira, em Itabuna: Mangabinha, Ferradas, Nova Ferradas, Rua de Palha, Rua da Bananeira, além dos abrigos improvisados.

A comitiva foi acompanhada pelo padre Gilvan de Oliveira Souza, pároco da paróquia Catedral de São José e assessor eclesiástico do setor de caridade diocesano, Padre Toni Valério, da Paróquia Santa Maria Madalena (Bairro Nova Itabuna) e Padre Roberto, da Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Bairro Ferradas).

Comentário do facebook