SÃO GASPAR BERTONI (1777-1853)

Presbítero

Fundador da Congregação dos Sagrados Estigmas de Nosso Senhor Jesus Cristo

 

Gaspar Bertoni nasceu no dia 9 de outubro de 1777, em Verona. Recebeu ótima educação no lar e nas escolas municipais que frequentou; naquele tempo, que eram dirigidas por jesuítas.Decidiu ingressar no seminário com dezoito anos, frequentando o curso de teologia como aluno externo.

Quando cursava o primeiro ano de teologia, o exército francês invadiu a cidade de Verona (1796), ocasionando muitas desgraças e sofrimentos na vida do povo durante vinte anos. Ainda seminarista, movido por um grande espírito de caridade, cuidou de pessoas feridas e doentes.

Foi ordenado sacerdote no dia 20 de setembro de 1800. Após a ordenação teve que enfrentar uma sociedade em convulsão e exigindo iniciativas que trouxessem soluções para os graves problemas do momento. Encarregado de cuidar da juventude da paróquia, fundou um primeiro Oratório nos moldes de ” Coorte Mariana “, visando a formação humana e cristã dos jovens. Em 1807 o governo proibiu as atividades das associações religiosas. Então, Pe. Gaspar adiou a realização de seus projetos para tempos melhores.

Neste período assumiu a direção espiritual de algumas obras que vieram a se tornar Congregações Religiosas femininas.

Em setembro de 1810, Pe. Gaspar ficou encarregado da direção espiritual dos clérigos que moravam no seminário. Algum tempo antes, ele já havia reunido em sua casa alguns jovens sacerdotes, proporcionando-lhes uma formação espiritual e científica verdadeiramente sólida. Ele elaborou um programa de formação que tinha como base a fidelidade plena ao Papa; naquela época o Papa Pio VII fora feito prisioneiro por Napoleão. Aproveitando-se da mudança de governo, Pe. Gaspar dedicou-se às missões populares.

A 4 de novembro de 1816 foi morar em uma casa, anexa à igreja dos Estigmas de São Francisco, junto com alguns sacerdotes; daí que, o povo acostumou a chamar os religiosos que aí residiam de ” estigmatinos “. Propagou a devoção à Paixão e às Chagas do Senhor. Transformou a casa em uma escola aberta gratuita aos filhos de gente simples. Tinha como objetivo a educação da juventude, a formação do clero e a pregação missionária numa ampla disponibilidade a serviço dos bispos. Acamado e sofrendo terrivelmente, ainda assim foi conselheiro espiritual de muitas pessoas que o procuravam, entre as quais alguns fundadores de Congregações Religiosas.

Sua perna direita passou por quase trezentas operações. Em meio às dores atrozes que o atormentavam, esforçava-se por imitar Cristo sofredor, jamais se queixando.

Nutriu também grande devoção aos Santos Esposos, Maria e José, que são os padroeiros da Congregação Estigmatina.

Faleceu santamente às 15.30 hs, num domingo, dia 12 de junho de 1853.

 

A Congregação dos Sagrados Estigmas de Nosso Senhor Jesus Cristo, abençoada por seu Fundador, cresceu e se difundiu gradualmente em outras cidades da Itália, nos Estados Unidos, no Brasil (onde conta, atualmente, com seis bispos, 3 eméritos e 3 na ativa; e tem casas nos estados de São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Goiás e Tocantins e Brasília), no Chile e no Paraguai, nas Filipinas, e em missões nos seguintes países: África do Sul, Costa do Marfim, Tailândia e Tanzânia, Índia, Indonésia.

Comentário do facebook